21ª Festa de São Pedro atrai mais de 25 mil visitantes

O último final de semana foi de festa em Itatiba, entre os dias 21 e 23 de julho o Parque Luís Latorre abrigou a 21ª Festa de São Pedro que atraiu mais de 25 mil pessoas que curtiram as mais variadas atrações.

Logo na entrada do Parque, os visitantes já se depararam com a novidade deste ano. Pela primeira vez a Festa contou com um guarda-volumes, onde foram guardados capacetes e outros pertences. Todo o valor arrecadado será revertido para ações do Fundo Social de Solidariedade (FSS).

A tradicional fogueira, demais de 6 metros recepcionava os visitantes, junto de uma 'mini cidade caipira'que foi o cenário ideal para os mais variados tipos de registros fotográficos. Logo em seguida estavam perfiladas as barraquinhas dos produtores locais que ofereceram vinho, mel, frutas, flores, pães, tudo produzido em Itatiba.

“Foi uma festa 100% itatibense, quem passou pelo Parque no final de semana pode conhecer não só os nossos produtos, mas também nossas raízes” comemorou o secretário de Cultura e Turismo, Washington Bortolossi. “Foram três dias inesquecíveis”, completou.

Sexta-feira, dia 21

Na abertura, a Corporação Musical Santa Cecília, que celebrará os seus 111 anos no próximo dia 28, agitou o público com os clássicos de todos os tempos. Em seguida foi a vez do grupo Namoradeira animar o público, com suas raízes festeiras e caipiras apresentaram a Dança do Sabão, típica de São Luiz do Paraitinga, que fez todo mundo levantar e dançar. E não parou por aí, o grupo também convidou todos a participarem de uma animada quadrilha no Parque, com direito aos passos clássicos, desde “olha a chuva” até a abrir a “grande roda”.

Sábado, dia 22

O sábado começou ensolarado e a criançada fez a festa com os brinquedos infláveis, cama elástica e barraca de pescaria, espalhados pelo gramado. A partir do meio dia, a Fanfarra Mirim do Bairro dos Pires – FAMIPI, encantou o público com o seu desfile. A banda faz grande sucesso, já tendo participado da Festa do Caqui e Cia além de desfilar pelas ruas centrais da cidade durante o Festival de Outono. O palco também recebeu diversos nomes da música local, como a tão prestigiada Orquestra de Violas – Violeiros de Itatiba e a dupla Pedro Henrique e Vinícius, que contagiaram o público.

Domingo, dia 23

No domingo, último dia de festa, foi a vez da Fanfarra Marcial Chico Peroba, que em sua primeira apresentação agradou os visitantes. O grupo Os Seresteiros acompanhado do pessoal da Dança Cigana chamou todo mundo pra dançar na parte da tarde.

Outra atração do domingo foi a Quadrilha da Melhor Idade do Fundo Social de Solidariedade, com direito a casamento na roça e muito mais. Os shows seguiram até as 22h com a apresentação da dupla Breno e David.

Barracas

Uma das opções de maior atratividade da festa, foram as 25 barracas das entidades assistenciais e sociais do município, que formaram uma verdadeira praça de alimentação, que se manteve lotada nos três dias de evento. Com as mais variadas opções de comidas típicas e bebidas, os visitantes puderam se deliciar com os quitutes além de contribuir com uma boa causa.

Os artesãos itatibenses também tiveram o seu espaço na festa, a Associação dos Artesãos de Itatiba e o Clube de Mães expuseram os seus trabalhos durante o final de semana, chamando bastante atenção com peças criativas que fizeram sucesso entre os visitantes.

“É a festa mais barata dos últimos cinco anos e a Prefeitura não considera como um gasto, mas sim um investimento. Investimos nas nossas entidades que fazem um trabalho assistencial fundamental o ano inteiro, nos produtores locais, nos artistas e artesãos itatibenses”, afirmou o prefeito Douglas Augusto Pinheiro de Oliveira.

Segurança

Um ponto positivo nesta 21ª edição da festa de São Pedro foi a questão de segurança. Durante os três dias de evento não foi registrada nenhuma ocorrência. Todos os menores de idade tiveram que apresentar documentos e fizeram um cadastro antes de entrar nas dependências do Parque, cumprindo uma solicitação do Juiz de Direito. Conforme previsto no alvará, a fiscalização da documentação comprobatória de idade deveria ser realizada na portaria. Feito isso, os menores recebiam uma pulseira que comprovava que haviam passado por uma triagem.

Outra ação adotada pensando no bem-estar comum, foi a revista dos visitantes, inibindo a entrada de pessoas armadas ou portando substâncias proibidas. “Alguns visitantes podem achar que houve um excesso de zelo da nossa parte, mas o resultado final, sem nenhuma ocorrência relacionada a festa em três dias, demonstra que traçamos a estratégia correta”, afirmou o secretária de Segurança e Defesa do Cidadão, João Donizeti Maioli.

Como de praxe, equipes de Bombeiros, Defesa Civil, Saúde e Trânsito estiveram no local, garantindo a segurança dos munícipes, tanto dentro quanto fora das dependências do Parque.


Informação: Assessoria de imprensa da Prefeitura de Itatiba

Crédito da foto: Carla Young/PMI