Agricultores familiares poderão fornecer produtos para a merenda escolar

Como em outros anos, a Prefeitura de Itatiba incentiva a participação da agricultura familiar na merenda escolar. Os produtores poderão enviar seus projetos de venda por meio de um Chamamento Público, que se encerra no dia 13 de junho.
O processo visa a aquisição de gêneros alimentícios como alface-crespa, abobrinha italiana, beterraba, cenoura e pepino japonês, itens que já fazem parte dos cardápios escolares.
“Convidamos os agricultores de Itatiba a participarem do chamamento público da Prefeitura de Itatiba para fornecimento de hortaliças, que fazem parte do cardápio da alimentação dos alunos da rede pública municipal. O objetivo é valorizar, incentivar e motivar os produtores, que podem oferecer aos estudantes um alimento mais fresco e mais nutritivo, contribuindo com a valorização dos sítios e propriedades rurais de Itatiba”, comenta o secretário de Educação, Anderson Wilker Sanfins.
Em outros chamamentos, os agricultores familiares puderam se candidatar a fornecer outras frutas, verduras, legumes e suco de fruta integral. Até produtos com beneficiamento mínimo, como arroz ou feijão, desde que sejam envasados e rotulados de forma a atender as legislações sobre segurança alimentar, entram no rol de possíveis itens a serem fornecidos.
“Uma alimentação saudável contribui para a melhora do rendimento escolar, do desenvolvimento do aluno, e para a formação de um estilo de vida saudável. A escola é um ambiente ideal para múltiplos aprendizados e o tema alimentação também deve ser lembrado”, comenta Fernanda Pozza, nutricionista da Prefeitura.
Para Dorothéa Monteiro, Secretária de Meio Ambiente e Agricultura, tanto os produtores quanto os alunos são beneficiados por essa iniciativa. “Essa é uma iniciativa importante pois é positiva para as duas pontas dessa cadeia produtiva: os alimentos vem para a merenda mais frescos, colhidos próximos da data do preparo, o que o torna mais nutritivo, com mais vitaminas e minerais. A renda fica no município ou máximo na região, ou seja, melhor para a economia local. Fica um estímulo para que nosso agricultor continue e até amplie sua produção”, explicou. “Outro benefício é ambiental: o processo de transporte do alimento é mais curto, portanto menos poluente ao nosso meio ambiente, o que também contribui para reduzir o desperdício de alimentos”, concluiu.

A entrega da documentação será até dia 13 de junho, às 10h, no Setor de Licitações, situado Av. Luciano Consoline, n.° 600, Jardim de Lucca, Itatiba /SP. O edital do chamamento encontra-se disponível no site da Prefeitura.

Futuros chamamentos

Os agricultores de Itatiba e região que não se enquadram nesse chamamento, mas possuem interesse em participar futuramente, devem escrever para merendaescolar@eduapoio.itatiba.sp.gov.br e no assunto colocar 'AGRICULTURA FAMILIAR' para orientações.


Informação: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Itatiba

Crédito da foto: Renato Junior/PMI