Campanha de vacinação contra a gripe continua em Itatiba

A população de Itatiba tem até o dia 31 deste mês para tomar a vacina contra o vírus Influenza, causador da gripe. A principal função da vacina é evitar quadros de síndrome respiratória aguda grave – SRAG que pode levar ao óbito as pessoas mais vulneráveis. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, anualmente 5 a 10% da população mundial é acometida pelo vírus da influenza, sendo que dessa população em média 12,2% evoluíram para óbito nos últimos anos.

No último sábado, dia 04, em Itatiba, 3.945 pessoas dos grupos de risco foram imunizadas no chamado 'Dia D', onde toda a rede municipal de saúde funcionou das 8h às 17h para aplicar as doses. Postos volantes de vacinação foram montados neste dia no Parque da Juventude, no Centro de Atenção à Criança (CAC) e nos PSFs San Francisco I, Cecap e Zupardo.

Devem se vacinar crianças de 6 meses à 5 anos, gestantes (em qualquer idade gestacional), puérperas (mulheres até 45 dias pós-parto), pessoas com mais de 60 anos, pessoas com doenças crônicas e imunodeprimidos, trabalhadores da saúde, professores, além de policiais militares, civis e bombeiros.

A meta é vacinar em Itatiba 28.868 pessoas de todos os grupos, imunizando cerca de 90% de cada um deles. A cidade vem conquistando altos índices de vacinação com 70% de crianças e gestantes, 85% das puérperas, 73% dos idosos, 68% dos profissionais de saúde e 60% dos professores.

A Secretaria de Saúde disponibiliza vacinas diariamente de segunda à sexta-feira, das 8h às 16h, em todas as Unidades Básicas de Saúde e, inclusive neste sábado, no mesmo horário, também no Mercado Municipal bastando levar a carteirinha de vacinação ou um documento com foto.

A Gripe

A Influenza (gripe) é uma infecção viral aguda, que afeta o sistema respiratório. É de elevada transmissibilidade, de distribuição global com tendência a se disseminar em epidemias sazonais. Outros tipos de vírus como o rinovírus (resfriado comum), vírus sincicial respiratório e o adenovírus também estão circulando durante o período sazonal, e contra esses vírus a vacina não protege. Isso faz com que muitas pessoas não compreendam a real importância da vacina, atribuindo a ela quadros de gripe causados por outros vírus ou resfriados comuns como reação vacinal. O período de incubação dos vírus varia de um a quatro dias. A maioria das pessoas infectadas se recupera dentro de uma semana, porém em crianças, gestantes, puérperas, idosos e portadores de doenças crônicas, a infecção pelo vírus pode levar às formas clinicamente mais graves, e por esse motivo esses grupos se tornam prioritários na realização da campanha.

Informação e foto: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Itatiba