Jornal das Sete

Das 07:00:00 às 08:00:00
Com: Eva Franco, Waldir Santos, Mané Roberto e Galvão Andreatta

Corredor Dom Pedro tem movimento 17% acima do previsto durante o fim de ano

O movimento nas rodovias que formam o Corredor Dom Pedro foi bastante intenso durante o período de festividades de Ano Novo e ficou 17% acima do previsto inicialmente pela Concessionária Rota das Bandeiras. Em cinco dias de Operação Especial – entre 28 de dezembro e 1º de janeiro -, circularam pelas vias 644.440 veículos.

O forte calor contribuiu para que houvesse o aumento significativo de veículos, já que a rodovia D. Pedro I (SP-065), principal via do Corredor, é utilizada por moradores da Região Metropolitana de Campinas (RMC) no trajeto para as praias do Litoral Norte do Estado. Somente na D. Pedro I, foram pouco mais de 475 mil veículos durante o período.

Também na região de Campinas, 95 mil veículos passaram pela rodovia Prof. Zeferino Vaz (SP-332). Já nas regiões de Jundiaí e Itatiba, 77 mil usuários utilizaram a rodovia Eng. Constâncio Cintra (SP-360) e outros 17 mil motoristas transitaram pela rodovia Romildo Prado (SP-063).

Nos cinco dias de Operação Especial, foram 11 acidentes em todo o Corredor Dom Pedro, que resultaram em sete feridos e uma morte. O único acidente fatal ocorreu na manhã do dia 1º, em Nazaré Paulista, após a perda de controle de um motociclista. Na Operação de Natal, entre os dias 21 e 25 de dezembro, foram 25 acidentes, com dez feridos. Na ocasião, o movimento ficou 12% acima do previsto, com um total de 736.437 veículos.

Para garantir a agilidade em casos de socorros médicos e mecânicos, guinchos e ambulâncias ficaram colocados em pontos estratégicos do Corredor. O tráfego contou também com o acompanhamento das 91 câmeras de monitoramento do Centro de Controle Operacional (CCO) da Concessionária, sob supervisão da Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo).

Informação e foto: Assessoria de Imprensa da Concessionária Rota das Bandeiras