ESTÂNCIA DE MORUNGABA APRESENTA PRIMEIRO CASO DE MACACO MORTO INFECTADO POR FEBRE AMARELA

A Diretoria Municipal de Saúde de Morungaba confirmou na última terça-feira dia 28 de novembro o primeiro caso de macaco morto após ser infectado pelo vírus da febre amarela. Com a confirmação e após reunião com a equipe técnica da Diretoria Regional de Saúde de Campinas para novas ações no município, a Vigilância Epidemiológica inicia neste sábado dia 2 de dezembro a busca ativa de carteirinhas e vacinação no bairro do Feital.

A diretoria de saúde através do diretor dr. José Vivente de Oliveira informa que hoje Morungaba deixou de ser área ampliada e passou a ser área de risco, então se recomenda que todos os moradores e visitantes que passam pela cidade devam estar vacinados.

Segundo nota informativa nº 94, de 2017/CGPNl / DEVIT/ SVS/ MST, o Ministério da Saúde indica uma única dose da vacina contra a febre amarela. Portanto aqueles que tomaram a vacina uma única vez na vida encontra-se com imunidade protetora. Quem ainda não tomou deve procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima da sua casa de terça e quinta-feira das 7h as 16h.

Além da vacinação preventiva contra a febre amarela, as equipes das Supervisões de Vigilância em Saúde intensificaram as ações de controle vetorial do mosquito Aedes Aegypti.

“Pedimos para que a população nos ajude e continue com as ações de combate ao mosquito, ações que já são realizadas há muito tempo contra a dengue, a zika e a chikungunya. É exatamente o mesmo mosquito o transmissor da febre amarela, diz o diretor de Saúde dr.José Vicente de Oliveira.”


Informação: Assessoria de imprensa da Prefeitura de Morungaba

Foto: Reprodução