Comunicadores

Das 20:00:00 às 20:55:00
Com: Paulo Roberto Machado

Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão em empresa de Itatiba

 O Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Campinas cumpriu nesta manhã mandado de busca e apreensão em Itatiba, na empresa Jofege, com grande movimentação de policiais civis no local. Os promotores de Justiça investigam o desvio do dinheiro público destinado à obra do anel viário que liga a BR-060 ao Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia).

O promotor do Gaeco de Campinas, Jandir Moura Torres, explica que a operação ocorreu em apoio ao Gaeco de Goiás e Centro de Inteligência do Ministério Público do Estado de Goiás. Viaturas do Garra da Polícia Civil de Campinas, em apoio à Operação, deixaram a empresa com material apreendido, que foi levado à sede de Gaeco em Campinas e depois será encaminhado à Goiás.

A Operação, chamada Propinoduto, investiga indícios de superfaturamento, fraude nas medições e pagamento de propina em favor de agentes públicos. Estima-se que o valor do desvio na obra do anel viário supera os R$ 3 milhões.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão também em Goiânia e Anápolis e em Campinas, nas sedes das empreiteiras e da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), sociedade de economia mista estadual responsável pelas obras nos distritos industriais.

Além da busca e apreensão, a 5ª Vara Criminal da Comarca de Anápolis determinou a paralisação da obra até que os peritos encerrem os trabalhos técnicos de avaliação estrutural do anel viário. A direção da empresa Jofege esclareceu por meio de nota que não é alvo desta investigação e está colaborando integralmente com as autoridades.

Informação e foto CBN