Greve dos caminhoneiros e corrida aos postos afetam a distribuição de combustíveis em Itatiba

A greve dos caminhoneiros já começa a afetar a distribuição de combustíveis nas cidades do interior paulista, incluindo Itatiba. Na manhã desta quinta-feira, dia 24, a equipe de reportagem da CRN – Central de Rádio e Notícias entrou em contato com alguns postos da cidade para saber como está a distribuição de combustíveis. Assim como em outras localidades, o abastecimento já começa a ficar comprometido. Em alguns postos já não há mais combustível desde ontem à noite e em outros a previsão é de que termine hoje à tarde.

O medo de que a greve se estenda por tempo indeterminado também levou muitos motoristas a procurarem os postos para abastecer seus veículos, o que gerou grandes filas. Outra constatação foi o aumento de preços praticados. O litro da gasolina já passa dos R$ 4.

Protesto

O protesto que teve início na segunda-feira, dia 21, é motivado pelo aumento constante de preços da gasolina e do diesel. A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) informou nesta quinta-feira, dia 24, que as paralisações e protestos que acontecem nas estradas do País serão suspensos se o governo retirar a PIS/COFINS e a Cide incidentes sobre os combustíveis e a medida entrar oficialmente em vigor.
O presidente da entidade, José da Fonseca Lopes disse que, a redução de 10% na cotação do diesel pelo período de 15 dias, anunciada na noite de quarta-feira, dia 23, pela Petrobrás, “não é sufiente” e não resolve a situação.
Ele defende a adoção de uma política clara de preços, para que os caminhoneiros possam se planejar e não sejam surpreendidos a cada dia por um valor diferente nas bombas.



Informação: Redação Rádio CRN
Crédito da foto: Jornal de Itatiba-diário