Hipertensão aumenta no inverno, saiba como se prevenir

De acordo com dados do Ministério da Saúde a hipertensão, conhecida popularmente como pressão alta, atinge mais de 30 milhões de pessoas no país, estimando que um a cada 4 brasileiros sofra da condição que aumenta com a queda da temperatura e merece atenção. 

O cardiologista José Claudio Carrete e Silva, explica que a temperatura baixa durante o inverno diminui o diâmetro dos vasos sanguíneos, fechando a circulação e aumentando a pressão arterial. "Por conta do frio existe uma tendência das veias se contraírem mais para manter a temperatura do corpo devido as baixas temperaturas. Com isso a pressão dentro das artérias tende a aumentar ocasionando a hipertensão arterial", explicou.

Ainda segundo o especialista, as complicações ocasionadas por conta do aumento da pressão podem ser graves. "A pressão alta pode ocasionar infarto do miocárdio e Acidente Vascular Cerebral (AVC), popularmente conhecido como Derrame Cerebral. Essas são as duas consequências mais graves", disse. 

O cardiologista dá algumas dicas que auxiliam na prevenção da doença. "O primeiro passo é fazer o diagnóstico. Não espere sentir dor ou outro sintoma para saber que algo não está bem. Recomendamos aferir a pressão e fazer uma consulta médica, porque os sintomas muitas vezes não acontecem. Também é indicado manter uma dieta equilibrada e fazer exercícios físicos, que são fatores importantes para prevenir a hipertensão", informou. 

Outras dicas:

Alguns alimentos e medicamentos devem ser evitados  

Os pacientes diagnosticados com hipertensão devem evitar ao máximo a ingestão de sódio, isso inclui temperos industrializados e alimentos embutidos. Além disso, deve-se cancelar também o uso de anti-inflamatórios e corticoides.  

Pratique atividades físicas  

Mesmo nos dias mais frios, a prática regular de atividades físicas serve para prevenir e auxiliar no controle natural da condição, exercícios aeróbicos e prolongados ajudam a prevenir a hipertensão a médio e longo prazo, pois neste tipo de exercício o corpo aquece e transpira, tendo efeito vasodilatador. Dessa forma, a perda de líquidos e sais acontece naturalmente, o que é tão benéfico quanto o uso de medicação. No inverno, vale apostar mais ainda em alongamentos antes de começar algum exercício e também verificar se a pessoa esta com a pressão controlada ao iniciar essas práticas, evitando assim crises e descompensações durante os treinos.  

Saiba administrar situações de stress  

A falta de repouso e situações frequentes de stress são alguns dos principais agravantes dos quadros de hipertensão. Portanto, aprender a administrar situações de conflito, ter, pelo menos, 8 horas de sono diárias e repousar o suficiente são algumas das recomendações do cirurgião.  


Informação: Redação Rádio CRN

Crédito da foto: reprodução