Samba, Pagode e Cia

Das 10:00:00 às 13:00:00
Com: Waldir Dias dos Santos

Jovem é condenado por atropelar namorada após discussão em Itatiba

O jovem apontado como suspeito de atropelar e matar a namorada Lorraine Gabriele Jugni Camargo, de 18 anos, em Itatiba (SP), no dia 2 de fevereiro deste ano, foi condenado a cumprir quatro anos em regime aberto por lesão corporal de natureza grave, previsto no artigo 129 do Código Penal.

Leonardo Daniel de Oliveira, de 23 anos, se apresentou na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí (SP), acompanhado do advogado, dias depois do atropelamento, quando já havia sido decretada a prisão preventiva.

O casal estava no carro em uma rua da Vila Santa Luzia, por volta das 23h, quando teria discutido e o rapaz atropelou a jovem. Segundo a polícia, os dois tinham saído de casa para comprar lanche antes da briga.

O registro da ocorrência havia apontado que o carro passou várias vezes pelo corpo da vítima e Leonardo não prestou socorro.

A decisão, divulgada no dia 17 de outubro pela Vara Criminal da Comarca de Itatiba, afirma que o réu é primário, não tem antecedentes criminais, tem boa conduta social e se apresentou à polícia.

Ainda segundo a conclusão, "a versão apresentada pelo réu na delegacia e em juízo se apresenta convincente e em consonância com os demais elementos probatórios".

Gritos de socorro
Segundo o boletim de ocorrência, na ocasião, moradores do bairro Caminho do Sol escutaram Lorraine pedir socorro entre a noite de sexta-feira e a madrugada de sábado. Em seguida, ouviram o barulho do motor de um carro acelerando.

As testemunhas contaram à polícia que viram o momento em que o veículo passou várias vezes por cima do corpo da jovem. No entanto, conforme a decisão, a única testemunha presencial não esclareceu o que conseguiu ver.

Lorraine foi socorrida com vida pelo Corpo de Bombeiros e levada para a Santa Casa de Itatiba, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Informações do site G1
Foto: Facebook/Reprodução