Samba, Pagode e Cia

Das 10:00:00 às 13:00:00
Com: Waldir Dias dos Santos

Meio Ambiente: Prefeitura retoma programa de hortas comunitárias

A cidade de Itatiba cresce em diversos aspectos, mas mantém sua característica rural, valorizando ações comunitárias que trazem inúmeros benefícios sociais e de saúde. E uma destas ações é a retomada do programa de hortas comunitárias em bairros, associações e entidades, que vai estimular a produção sustentável de alimentos, envolvendo a comunidade local nas atividades de cultivo, promovendo qualidade de vida, melhorando a nutrição e a saúde dos munícipes.

O Programa Horta, Sabor e Saúde marcou história na década de 2000 utilizando-se de terrenos públicos e privados, sem ocupação, através de solicitação dos munícipes. A retomada do projeto terá orientação de agrônomos da Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, que darão todo o suporte técnico para o manejamento sustentável do plantio e cultivo de hortaliças. Será utilizado como material para plantio, terra vegetal e esterco de gado curtido, que foram doados por propriedades agrícolas do município. Para a execução dos canteiros e para o plantio inicial a Prefeitura Municipal fornecerá adubos necessários, mudas e ferramentas e também mão de obra para realização do plantio, que será feito em conjunto com os munícipes. “O Programa Horta Sabor e Saúde tem como objetivo incentivar uma alimentação saudável, por meio da produção de produtos a serem produzidos em áreas públicas, quer seja por representantes de uma associação de moradores, escolas, etc. Desta forma, áreas que atualmente não têm algum tipo de ocupação e uso, poderão se transformar em locais de convivência social ocasionando maior integração social e estímulo a alimentação mais saudável”, explicou Dorothéa Monteiro, secretária de Meio Ambiente e Agricultura.

O projeto tem início na Associação de Moradores e Amigos do Parque San Francisco (AMASF), se expandindo para Fundo Social de Solidariedade (FSS), onde a Horta Urbana será implantada e após, cultivada pelo grupo da terceira idade que frequenta o local. Também haverá a adequação da Horta Urbana do “Projeto Salve Sanfra”. Logo mais, será realizada a reestruturação e revitalização da Horta Urbana do bairro Jardim Ariozna. A comunidade terá acesso aos produtos da horta por meio de trocas efetuadas com materiais recicláveis e óleo de cozinha usado, que será encaminhado ao programa “Itatiba Mais Sustentável” que produz e comercializa sabão produzido a partir do óleo coletado e reverte a renda para aquisição de leite e cestas básicas para comunidades carentes do município

Outra novidade do projeto é a sua inclusão na rede municipal de ensino, através da Secretaria da Educação com apoio de sua equipe de nutricionistas. A primeira escola a contar com a horta será a EMEB “Sebastião de Camargo Pires”, onde os alimentos produzidos irão compor a merenda escolar, garantindo e aumentando a eficiência e qualidades comprovadas através de pesquisa de satisfação, onde a cidade apresenta um dos melhores índices de toda a região.

Informação e foto: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Itatiba