O Poder da Mente

Das 20:00:00 às 21:00:00
Com: Maestro Marcelo Fagundes

Pesquisa da CNT aponta a D. Pedro I (SP-065) como a segunda melhor rodovia do país em 2018

Pelo segundo ano consecutivo, a D. Pedro I (SP-065) foi eleita a segunda melhor rodovia do País. O resultado integra a 22ª edição da Pesquisa Rodoviária da Confederação Nacional do Transporte (CNT), divulgada na quarta-feira, 17 de outubro. No total, 170.161 km de vias foram analisados pela entidade, que levou em consideração três itens para chegar ao resultado: pavimento, sinalização e geometria da via.

Atualmente, a Rota das Bandeiras, concessionária responsável pela administração da rodovia, trabalha na implantação das vias marginais no trecho de Campinas da SP-065. Quando as obras estiverem concluídas, serão 32 km de novas pistas disponíveis para os usuários. Em 2017, a rodovia D. Pedro I passou por um amplo trabalho de recuperação especial do pavimento, o que garantiu as excelentes condições atuais de tráfego.

“Um resultado como esse nos enche de orgulho e mostra que estamos no caminho certo para oferecer rodovias cada vez mais seguras e confortáveis aos nossos usuários, Além disso, essa conquista é um estímulo a mais as nossas equipes no atendimento aos usuários das rodovias do Corredor Dom Pedro. Temos a convicção de que nossos esforços ajudam a transformar o dia a dia das pessoas”, analisa a diretora-presidente da Rota das Bandeiras, Ana Carolina Farias.

Segundo a pesquisa CNT, das 20 melhores rodovias do país, 18 são estradas estaduais de São Paulo. As outras duas que completam a lista são federais, mas que também servem ao Estado. Ainda de acordo com o estudo, 57% das rodovias analisadas contaram com classificação regular, ruim ou péssima. O número é melhor do que ano passado, quando esse número era de 61,8%.

Corredor Dom Pedro

Além da rodovia D. Pedro I, as demais estradas do Corredor Dom Pedro também contaram com boa avaliação na pesquisa CNT.

As rodovias Prof. Zeferino Vaz (SP-332), que liga Campinas a Mogi Guaçu; Eng. Constâncio Cintra (SP-360), que liga Itatiba a Jundiaí; e o anel viário José Roberto Magalhães Teixeira (SP-083), em Campinas, receberam o conceito excelente na avaliação geral. Já a rodovia Romildo Prado (SP-063), entre as cidades de Itatiba e Louveira, foi classificada com o conceito bom. No caso da SP-063, a avaliação levou em conta toda extensão da rodovia, incluindo o trecho sob responsabilidade do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Entre abril de 2009, início da concessão do Corredor Dom Pedro, e dezembro de 2017, a Rota das Bandeiras investiu cerca de R$ 2 bilhões em obras de ampliação e modernização do sistema viário. As intervenções fazem parte do programa desenvolvido junto à Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo), que regula o trabalho realizado pela Concessionária.

Informação e crédito da foto: Divulgação/Rota das Bandeiras