Pesquisa revela que metade dos brasileiros não lê o rótulo dos alimentos

O Datafolha promoveu uma pesquisa alimentar e aproximadamente 48% dos brasileiros não têm o hábito de ler as informações do rótulo dos alimentos, como ingredientes e tabela nutricional. Já cerca de 52% dos que leem esses dados, 35% entendem apenas"mais ou menos" as informações, outros 14% dizem que entendem corretamente e 3% não entendem nada.

A pesquisa realizada contou com a participação de cerca de 2.573 pessoas em 160 cidades brasileiras.

Ler o rótulo dos alimentos é uma atividade a ser incorporada por todos, não é algo que se restringe para aqueles que buscam emagrecer, apresentam alguma intolerância ou restrição alimentar.

“É muito importante ler os rótulos dos alimentos para cuidarmos da nossa saúde e prevenirmos contra alergias, porque principalmente os alimentos industrializados, ou seja, aqueles que vêm em pacotes ou embalagens contêm um grande número de ingredientes para que estejam prontos para o consumo. Portanto ler o rótulo é fundamental para sabermos quais componentes e alimentos estão dentro da embalagem”, disse a nutricionista Nara Baptistella Rabechi.

Compreender o rótulo dos alimentos faz parte da Educação Nutricional da população, que se caracteriza como base do conhecimento para a prática de uma dieta saudável e equilibrada.

“Em caso de dificuldades na compreensão da lista de ingredientes descritos no rotulo, é interessante que consultemos um nutricionista para sabermos quais são nossas necessidades e quais componentes evitar, sempre analisando o alimentos como um todo”, afirmou Nara.

As informações técnicas de um produto estão presentes no verso da embalagem e são apresentadas por meio das informações nutricionais e da lista de ingredientes, sendo regidas por regras determinadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária(Anvisa) que devem ser rigorosamente cumpridas pelas empresas responsáveis pela fabricação do produto.

 “É obrigatório que todos os alimentos comercializados contenham as informações nutricionais, sendo necessário conter descritos os ingredientes e uma tabela nutricional para indicar a quantidade de calorias, gorduras e proteínas”, disse à nutricionista que ainda celebrou o aumento de consumidores preocupados com a alimentação. “Sem duvida alguma atualmente os consumidores estão mais atentos a alimentação e hábitos saudáveis, pois cada dia mais se houve falar sobre nutrição. Por isso cada vezas pessoas estão aprendendo rótulos, ficando mais exigentes em relação a isso”,finalizou Nara.

Fonte: Redação CRN

Crédito: Reprodução Internet