Primeiro final de semana da 15ª Festa do Caqui e Cia supera expectativa

Mais de 21 mil pessoas passaram pelo Parque Luis Latorre nos três primeiros dias da 15ª Festa do Caqui e Cia. Além da diversão proporcionada pelos shows musicais e demais atrações, os visitantes aproveitaram as opções gastronômicas oferecidas pelas Entidades Assistenciais do município e ainda levaram para casa produtos adquiridos direto com o produtor.
Vinte e dois produtores comercializaram caquis e outras frutas, vinhos, sucos, compotas, pães e plantas. A venda de vasos de orquídeas, por exemplo, praticamente dobrou em relação a festa de 2017 que aconteceu em um único final de semana. Enquanto no ano passado foram vendidas 303 unidades, nos primeiros três dias de 2018 foram 573.
No caso de pães, bolos, bolachas, a venda passou de 570 para 790 unidades. O comércio de vinhos sucos e vinagres, que em 2017 foi de 296 litros, subiu para 527, e o mel passou de 44 para 52 quilos comercializados. Outras frutas como atemóia, uva, goiaba, abacate também tiveram aumento nas vendas, passando de cerca de 1.200 quilos para quase 1.700.
“As vendas dos produtores locais superaram as expectativas, principalmente pelo fato de ter sido apenas o primeiro final de semana da Festa”, comentou o responsável pela Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, Marcio Megda. “Em relação ao caqui, foram comercializadas quase 7,5 toneladas, e acreditamos que as vendas no próximo final de semana, serão ainda melhores”, concluiu.
“O fato de serem dois finais de semana divide as pessoas, mesmo assim, nós vendemos 1.500 quilos de frutas nos três primeiros dias da Festa, sendo 1.200 só de caqui rama forte e giombo,”, comemorou o agricultor Rodrigo Bisetto, da Chácara Bom Jesus.
A arrecadação com o tradicional Leilão de Frutas foi 50% maior que na festa anterior, somando R$ 1.950,00. Além disso, 2.500 mudas de árvores, plantas e temperos foram doadas.

Entidades Assistenciais
As Entidades Assistenciais, responsáveis pelas 22 barracas da Praça de Alimentação, estão oferecendo mais de 100 tipos de comidas e bebidas.
“Nós tivemos um bom público, as famílias compareceram e nos prestigiaram. Todas as entidades avaliaram as vendas como de bom movimento”, afirmou o presidente da Associação das Entidades Assistenciais, Sociais e Filantrópicas de Itatiba (Aeasfi), Flávio Azzi.
A barraca do Fundo Social de Solidariedade vendeu quase mil pedidos de bebidas entre cerveja, chopp, refrigerante e água, além de 552 potes de açaí. “Nós calculamos o açaí pensando na festa inteira, mas vendemos tudo no primeiro final de semana e ainda tivemos que providenciar mais”, comemorou a Primeira Dama e Presidente do Fundo Social de Solidariedade, Mayara Lopes. “Os estoques já foram renovados e eu convido a todos para virem prestigiar a festa e as comidas oferecidas pelas Entidades Assistenciais”, concluiu.

Horários Transporte Coletivo
Para atender o público que deseja prestigiar a 15ª Festa do Caqui e Cia, a pedido da Prefeitura, a TCI – Transporte Coletivo de Itatiba, disponibiliza uma programação especial que vai se estender durante toda a Festa.
Os ônibus partem do Terminal da Rua Quintino Bocaiúva, também de diversos bairros e do Parque da Juventude. Na sexta-feira os ônibus especiais começam a circular as 19h e no sábado e domingo a partir do meio-dia.
"A Festa do Caqui tem tradição de ser uma festa para toda família, cheia de atrações. Nós tentamos facilitar o acesso para que mais pessoas possam prestigiar o evento", comentou o Secretário de Cultura e Turismo, Washington Bortolossi. "Por isso optamos por dividir a programação em dois finais de semana e estamos com os horários especiais de ônibus até o Parque da Juventude", explicou.


Informação e foto: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Itatiba