Programa Debate terá como tema a Copa do Mundo na Rússia

O Programa Debate desta quinta-feira, dia 21, terá como tema a Copa do Mundo na Rússia, com as presenças de Luiz Henrique Ramos (comentarista esportivo da CRN), Wanderley Ubinha (colaborador esportivo da CRN) e de Evandro Baladi (ex-atleta profissional e empresário).
As perguntas podem ser enviadas pelo e-mail crnitatiba@terra.com.br ou por telefone (11) 4524-0003 e 4524-1594 no horário do programa.
Debate nesta quinta-feira, das 16h às 17h30. Apresentação do jornalista Manoel Roberto. Acompanhe este programa pelos 1.420 KHz-AM, através do site: www.crnitatiba.com.br e pelo aplicativo app (CRN- Central de Rádio e Notícias).

23 anos da CRN

Os 23 anos da CRN – Central de Rádio e Notícias foi o assunto do programa exibido no dia 14. O diretor-presidente da emissora, Manoel Roberto Massaretti abordou o assunto junto com os colaboradores Eduardo Cintra e Gilmar Kozlowski.
Uma das questões respondidas foi em relação ao pagamento de outorga pelas rádios, para mudança de AM para FM, cabendo ao Ministério das Comunicações emitir o ato que autoriza a migração de faixa de frequência. O valor da outorga do AM para o FM foi estabelecido por meio de portaria e os valores variam de R$ 8,4 mil em municípios de até 10 mil habitantes a R$ 4,4 milhões para rádios de regiões metropolitanas.
“É muito difícil conseguir arcar com o valor de outorga. Dependendo da localidade e do número de habitantes o valor chega a R$ 150 mil para fazer a migração. Tem rádios por aí que não valem isso, ou paga ou fecha a rádio”, disse Manoel Roberto.

Copa 2018

Outro assunto do programa foi a Copa do Mundo da Rússia. Assim como nas edições anteriores da Copa, o colaborador da CRN, Gilmar Kozlowski estará novamente acompanhando os jogos da seleção brasileira. Ele falou da primeira viagem à Itália, depois aos Estados Unidos, França, Coreia/Japão, Alemanha, África do Sul, Brasil e agora a Copa da Rússia. Com esta, já são oito edições de Copa do Mundo que Gilmar prestigia. “A Copa mais emocionante que eu vi foi a da parte coreana, a maneira como os brasileiros foram recepcionados me chamou muito a atenção. Sempre fomos bem recebidos em todos os lugares, mas nunca da maneira como foi lá”, observou.

Ele falou da grande expectativa. “Independente se for o oitavo ano que acompanho a Copa, a expectativa sempre será a mesma. Estarei em São Petesburgo a partir do dia 20. Estou no acerto dos últimos detalhes dessa viagem”, disse.


Informação: Redação Rádio CRN

Crédito da foto: Reprodução