Programa Debate terá como tema o Tabagismo e suas consequências

O Programa Debate desta quinta-feira, dia 7, terá como tema o Tabagismo e suas consequências, em alusão ao Dia Mundial de Combate ao Tabagismo, celebrado no dia 31 de maio. O médico cardiologista dr. Claudio Carrete e Silva estará abordando essa questão. O programa também terá a participação de fumante e ex-fumante, dando seus depoimentos: Claudineia Polessi Baptistella (dona-de-casa) e Douglas Vagner da Cruz (representante comercial).
As perguntas podem ser enviadas pelo e-mail crnitatiba@terra.com.br ou por telefone (11) 4524-0003 e 4524-1594 no horário do programa.
Debate nesta quinta-feira, das 16h às 17h30. Apresentação do jornalista Mané Roberto e dos colaboradores Eduardo Cintra e Gilmar Kozlowski. Acompanhe este programa pelos 1.420 KHz-AM, através do site: www.crnitatiba.com.br e pelo aplicativo app (CRN- Central de Rádio e Notícias).

Corpus Christi

Maycon Cristian Pedro, pároco e reitor da Basílica de Nossa Senhora do Belém e Nei de Oliveira Preto, pároco na Paróquia de Santa Cruz foram os convidados do Programa Debate do dia 24 de maio. Eles falaram sobre a festividade de Corpus Christi, que pela primeira vez foi realizada com grande sucesso no Parque Luís Latorre. 
“A idéia de se fazer o evento no Parque surgiu entre os padres de Itatiba pelo principio comunitário que a Eucaristia tem. A tradição de Corpus Christi não é basicamente paroquial ela é uma tradição eclesial no sentido de Igreja como um Todo, isto é, ela não é uma tradição apenas de costume, mas uma exigência ritual. A Festa de Corpus Christi existe desde o século XII. Então nós padres refletimos sobre essa idéia e a levamos para conhecimento das comunidades e por incrível que pareça houve uma grande aceitação. Rapidamente as comunidades passaram a abraçar essa causa. Essa festa de Corpus Christi compartilhada não é uma novidade de Itatiba ela já existe em outros lugares”, diz padre Maycon.

Padre Nei acrescentou dizendo: “Não é o fim de uma tradição. Penso que ela continua sendo a mesma, a diferença é que ao invés de cada paróquia fazer com sua própria comunidade, a idéia é unir todas elas na perspectiva de mostrar a unidade e o trabalho de cada uma em Itatiba. A cerimônia e o ritual são os mesmos, com a confecção do tapete, missa e procissão, o que muda é o local. Trata-se de um novo desafio fazer um evento maior e que envolva mais a população”.


Informação: Rádio CRN

Crédito da foto: reprodução