Jornal das Sete

Das 07:00:00 às 08:00:00
Com: Eva Franco, Waldir Santos, Mané Roberto e Galvão Andreatta

Registros e cancelamentos disparam nos balanços mensal e anual do SCPC da Aicita

A Associação Industrial e Comercial de Itatiba (Aicita) apresentou o balanço referente ao mês de dezembro do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) no município.
Com os números divulgados, também foi possível realizar o balanço anual de 2018. Em ambos, os destaques ficam por conta de registros e cancelamentos.

Dezembro
As inclusões tiveram excelente resultado: 92,7% a mais em dezembro do que novembro, passando de 305 para 588 nomes incluídos na lista de devedores – maior quantia do ano. Isso se deve ao fato da espera de comerciantes em receber as dívidas diante do pagamento do 13º salário. Também teve interferência no resultado a realização da Campanha Acertando Suas Contas, que a Aicita realizou entre novembro e dezembro em parceria com a Boa Vista SCPC.

Fruto deste trabalho pode ser observado em outro índice do SCPC. Os cancelamentos também tiveram excelente resultado: passaram de 194 em novembro para 249 em dezembro. Aumento total de 28,35%.
Dezembro é considerado o melhor mês para o comércio, devido o Natal, época em que todos buscam presentear seus familiares e pessoas queridas. Não à toa, o mês teve aumento de 9,4% nas consultas, totalizando 4.635 ante 4.235 em novembro.

No entanto, ficou longe de ser o mês com melhor desempenho nas consultas do ano. Ficou atrás de janeiro (5.434), março (5.212), abril (5.102), junho (4.780), agosto (5.215) e outubro (4.681).

2018
No balanço anual, como adiantado, o destaque ficou para a inclusão de nomes na lista do SCPC: foram 3.053 em 2017 contra 5.136 no ano que acaba de se findar. O aumento é de 68,2%.

Por outro lado, os cancelamentos também tiveram alta, demonstrando a boa intenção dos devedores em sair do vermelho e retirar o nome da lista do SCPC. O crescimento entre um ano e outro foi de 20,8% - passou de 1.880 em 2017 para 2.271 em 2018.

Enfim, as consultas tiveram leve queda: passaram de 56.545 em 2017 para o total de 53.048 em 2018. Diminuição anual de 6,18%. Diante da leve, porém real, recuperação econômica, a queda pode demonstrar aumento do pagamento à vista e do uso do cartão de crédito ante os crediários, uso este que também não é computado neste índice.


Informação: Assessoria de Imprensa da Aicita
Foto: Redação Rádio CRN - montagem