Rodovias do Corredor Dom Pedro recebem nota máxima em avaliação da Confederação Nacional do Transporte (CNT)

As cinco rodovias que formamo Corredor Dom Pedro foram avaliadas na 20ª Pesquisa CNT de Rodovias, divulgada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) na manhã desta quarta-feira(26/10), e receberam a nota máxima. Todas foram classificadas como “ótima” no estudo realizado pela entidade.

As rodovias D. Pedro I(SP-065), Prof. Zeferino Vaz (SP-332), José Roberto Magalhães Teixeira(SP-083), Eng. Constâncio Cintra (SP-360) e Romildo Prado (SP-063) foram avaliadas nos seguintes itens: pavimento, sinalização, geometria das vias. No total, a CNT analisou 103.259 km de rodovias, nas cinco regiões do Brasil.

Segundo o diretor-presidente da Rota das Bandeiras, Júlio Perdigão, os resultados reforçam o compromisso da Concessionária com usuários. “É um resultado que reforça o compromisso da Rotadas Bandeiras em oferecer rodovias cada vez mais seguras e confortáveis aos nossos usuários e também reflete nossos investimentos na melhoria da infraestrutura do Corredor Dom Pedro”.

Atualmente, a Concessionária realiza importantes intervenções no Corredor Dom Pedro, como a implantação das marginais na rodovia D. Pedro I (SP-065), em Campinas, e a recuperação profundado pavimento das rodovias D. Pedro I e Prof. Zeferino Vaz.

Desde o início da concessão do Corredor Dom Pedro, em abril de 2009, a Rota das Bandeiras já investiu mais de R$ 1,7 bilhão em obras de modernização e manutenção das rodovias que formam o sistema viário. Todo o cronograma deintervenções está de acordo com o contrato firmado pela Concessionária junto à Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp).


Informações foto: Assessoria de Comunicação da Concessionária Rota das Bandeiras