Governador anuncia verbas de mais de R$ 200 milhões para estâncias paulistas

07/08/2021 as 08:48

O prefeito da Estância Climática de Morungaba, que também é presidente da Aprecesp (Associação das Prefeituras das Cidades Estância do Estado de São Paulo), Marquinho de Oliveira participou do evento em que o Governador do Estado de São Paulo, João Dória, anunciou o autorizo de investimentos do Dadetur (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos), na manhã de quinta-feira (5/8), em Serra Negra.

Em seu discurso durante o evento, dirigindo-se ao governador, o prefeito Marquinho disse que é uma data a ser comemorada porque é o dia em que o Governo retoma de fato todos os investimentos na área do Turismo. Segundo o prefeito morungabense, o Governo e os municípios devem se aliar para a retomada econômica:

“Juntos vamos retomar fortemente o turismo no Estado de São Paulo, que é um importante gerador de emprego e renda, porém foi muito afetado por esta pandemia. O anúncio destes investimentos demonstra que é possível - mesmo em uma séria crise econômica – o Governo continuar investindo sem esquecer nenhuma área. Com uma grande participação do vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia, e um time de secretários que realmente pensa no Estado de São Paulo, esta é uma gestão que está salvando vidas - e não só a vida dos paulistas, mas de todos os brasileiros”, disse o prefeito Marquinho.

O prefeito destacou a importância da aprovação do projeto de lei que dispõe sobre o FUMTUR - Fundo de Melhoria dos Municípios Turísticos (Substitutivo n° 1 ao PL n° 06, que altera a lei n° 16.283/2015), apresentado pelo governo e que está em tramitação na Assembleia Legislativa (Alesp). Pela proposta defendida pela APRECESP, as prefeituras receberiam 100% das verbas na modalidade “fundo a fundo”, quando o recurso estadual vem direto para as contas dos municípios, onde serão utilizados para o desenvolvimento do turismo, além das obras, na manutenção, promoção de eventos e contratação de serviços especializados.

“O Estado de São Paulo não deixa nada a desejar para outros importantes estados turísticos do Brasil. Aqui temos turismo rural, ecoturismo, turismo de sol e praia, turismo de aventura, turismo náutico, gastronomia, turismo cultural, turismo religioso. São Paulo é para todos!”, afirmou Marquinho de Oliveira.

ESTÂNCIAS TURÍSTICAS

O Governo do Estado autorizou R$ 202,2 milhões para obras e melhoria de infraestrutura em 70 estâncias turísticas, é o maior valor liberado nos últimos cinco anos.

“Os convênios irão potencializar a vocação das nossas 70 estâncias turísticas, estimulando a retomada econômica por meio do consumo doméstico de viagens”, disse o secretário de Turismo e Viagens, Vinicius Lummertz.

O prefeito Marquinho agradeceu em nome da Aprecesp o prefeito Elmir Chedid, de Serra Negra, cidade que recebeu o evento, além da participação dos prefeitos e prefeitas das estâncias.

Também estiveram presentes ao evento o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi; os deputados federais Herculanos Passos, Vanderlei Macris e Geninho Zuliane; o presidente da Assembleia Legislativa (Alesp), Carlão Pignatari; os deputados estaduais Edmir Chedid e Castelo Branco; o vice-prefeito de Morungaba, Luis Fernando Miguel; o vereador e presidente da Câmara de Morungaba, Tomás Federicci, os vereadores morungabenses Antonio Salvador Marques e Ramon Lamartine de Moraes; a presidente do Fundo Social de Solidariedade e primeira-dama, Sonia de Oliveira; os diretores municipais Julio Cesar de Moraes (Turismo, Cultura, Esporte e Lazer); Marcel Antonio Assis Mendes de Oliveira (Planejamento e Desenvolvimento); Clara Geromel (Meio Ambiente e Agricultura); Carlos Adriano Frare (Finanças); Leninha Spiguel Polizello (Educação), e a coordenadora do Departamento de Saúde, Marla Stranieri.

RETOMADA SEGURA

Se a contenção da pandemia e os reflexos da vacinação continuarem positivos, o Governo do Estado já planeja avançar da fase de transição para a etapa de retomada segura a partir de 17 de agosto.

A partir da segunda quinzena do próximo mês, a expectativa é eliminar todas as restrições de horário e liberar atendimento presencial com capacidade de 100%, mas com manutenção das regras para máscaras, distanciamento e protocolos de higiene.

Na retomada segura, as regras gerais e setoriais de segurança sanitária continuarão as mesmas da fase de transição e válidas para os 645 municípios. As prefeituras vão manter autonomia para determinar rigidez de restrições se as circunstâncias locais da pandemia e capacidade hospitalar tiverem piora.


Foto: Divulgação/PMM