Reprise Debate

Das 14:00:00 às 15:00:00
Com: Mané Roberto, Eduardo Cintra e Gimar Koswloski

Itatiba gera mais de 720 empregos nos primeiros meses de 2019

23/07/2019 as 14:19
De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, Itatiba obteve um saldo de 724 empregos entre os meses de janeiro e maio de 2019. É o melhor resultado absoluto e proporcional entre cidades com aproximadamente 100 mil habitantes.

Para efeito de comparação, Atibaia gerou um saldo de 609 postos nesse período, enquanto Bragança Paulista fechou 141; Valinhos perdeu 347 vagas e Morungaba, 38. Os números também são positivos quando cidades de maior porte são consideradas: Itatiba gera proporcionalmente mais vagas do que municípios como Campinas e Jundiaí (quando considerado o número de habitantes).

“A crise, infelizmente, afeta todas as cidades, é nacional. Em que pese a crise, estamos tendo um resultado melhor que as cidades da região, como indica o quadro, fruto da combinação de localização privilegiada, incentivos fiscais atrativos, e um trabalho competente da Secretaria de Desenvolvimento, que reduziu a burocracia e está sempre em contato com futuros empreendedores”, destacou o prefeito Douglas Augusto Pinheiro de Oliveira.

Novos postos de trabalho

Itatiba tem evoluído na geração de vagas de emprego, embora o cenário econômico nacional não seja favorável. Em 2015, o município concluiu o ano com saldo negativo de 2001 postos de trabalho. O resultado de 2016 foi ainda pior: 2358 empregos a menos. No entanto, a situação se inverteu a partir de 2017, quando Itatiba fechou o ano com saldo positivo de 474 vagas. O resultado de 2018 foi igualmente positivo, com 451 vagas.

Nesse período, grandes empresas já estabelecidas no município expandiram suas atividades. A Valeo, multinacional francesa, iniciou a operação de uma nova linha de motores. Mavalério (indústria alimentícia), Zucatoys (Brinquedos), Beiersdorf (cosméticos), Mactra, Plancus (móveis), Semco (tecnologia), Fortymil (termoplásticos), Macplast (equipamentos industriais) e THR (embalagens) também aumentaram suas instalações, contratando novos funcionários.

Além dos empregos diretos, a ampliação de empresas em Itatiba também gera vagas indiretas. A Fabril Scavone iniciou a expansão de suas atividades com uma nova fábrica, em construção.

Nos últimos três anos Itatiba também recebeu novas empresas, como a multinacional Bosch, Lojas Americanas, Donaldson, Wacker Nelson, Global Foods, Hotel Ibis, Nakata INX, DPH Industrial, Poxpur, FF Caldeiraria, Lumi Cosméticos, Supermercado Dia (nova unidade), Supermercado Covabra (nova unidade), Altimar Artefatos Plásticos, Usinagem e Ferramentaria Caxambú, Escola Madre Tereza, Alabama Steakhouse, entre outras empresas.

“Nosso diálogo com as empresas é constante. É um trabalho silencioso - até por pedido dos próprios empreendedores – mas que tem dado frutos principalmente se considerarmos o cenário nacional. Nos preocupamos em trazer novas empresas para o município e temos um cuidado especial com as já instaladas, que já empregam muita gente. Itatiba tem diversos atrativos, tanto fiscais quanto logísticos e isso certamente faz diferença para muitas empresas, principalmente após a crise ser superada”, destacou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Habitação, Jorge Nicolau.

Veja a tabela em anexo, com o saldo de vagas aferido pelo Caged, entre janeiro de maio de 2019:

Informação e foto: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Itatiba