Momento Sertanejo

Das 17:30:00 às 19:00:00
Com: Gilban e Ivo Bianchini

Nebulização reforça combate à dengue no Jardim das Nações

28/02/2024 as 07:18
O Jardim das Nações começou a receber ontem (27/02) a nebulização de inseticida nas residências para combater o mosquito da dengue, ação inovadora da Prefeitura de Itatiba, através da Secretaria de Saúde.
Dez agentes comunitárias do Nações e do NR Afonso Zupardo, e quatro operadores da nebulização, atuaram desde as primeiras horas da manhã no primeiro dia de trabalhos, que devem se estender – se o clima se mantiver estável - até o final desta semana. No próximo sábado, as escolas do bairro passarão pelo procedimento.
Apoio e incentivo
Boa parte da população das ruas já visitadas apoia a nebulização para reduzir a proliferação do mosquito Aedes aegypti, vetor da dengue. Moradora da rua Bélgica e há cerca de 30 anos vivendo no bairro, dona Anésia Ap. Félix de Souza abriu sua casa para os agentes e aguardava na rua a aplicação.
“Com certeza é muito bom para nossa saúde. O problema é que tem gente que não aceita. Mas eu não. Sou bem consciente e fiz minha parte”, declarou, defendendo a união de todos no combate à doença.
O casal André Daniel de Lima e Patrícia Rocha, morador da mesma rua, abriu não só sua casa, mas também da mãe de André, que estava trabalhando e já havia avisado autorizar a ação, pela importância neste momento de crescimento de casos.
“É importante todo mundo se conscientizar para que a gente elimine esse mosquito e se mantenha sadio. Temos que fazer nossa parte e todos os vizinhos também”, declarou ele, que disse conhecer pessoas do bairro que tiveram dengue. Os números mais atualizados, da última sexta (22), apontam que Itatiba registra 329 casos de dengue neste início de ano, segundo a Secretaria de Saúde.
Colaboração
Para o sucesso total da ação, a Secretaria da Saúde conta com a colaboração de todos os moradores, para abrir suas residências às equipes de aplicação do inseticida – que é bastante eficaz na eliminação de mosquitos adultos.
A ação toda é muito rápida: são minutos em cada casa, tempo suficiente para que a agente verifique se o local está protegido e pronto para receber a nebulização, que se concentra em quintais, corredores e garagens. O mínimo é de seis pontos de aplicação do aerossol por imóvel. Pede-se que os ambientes que receberam o inseticida não sejam lavados por, pelo menos, 24 horas, para garantir o tempo máximo de ação do produto.
“O inseticida é específico. Não causa tanto impacto ao meio ambiente, mas é necessário um preparo para que as casas recebam. Abram as casas e recebam os agentes. O objetivo maior é proteger a saúde da população. Mesmo matando os mosquitos adultos, é fundamental também eliminar os criadouros (qualquer coisa que possa acumular um pouquinho de água, como uma tampinha de garrafa). Esse é o ponto fundamental, já que 80% dos focos estão dentro de casa”, ressalta a enfermeira Débora Diniz, que conduz a Atenção Primária à Saúde em Itatiba e orientou a nebulização de ontem.
Como é a nebulização
A nebulização é uma das principais estratégias atuais para o combate à dengue. Ela elimina mosquitos adultos, que preferem ficar dentro dos imóveis e precisam de recipientes com água para se reproduzirem.
Ela é feita por profissionais aplicadores com máquinas costais. No momento da aplicação do inseticida, todos - incluindo animais - devem permanecer na calçada do outro lado da rua, só retornando para casa 30 minutos após o término. Se houver pessoas doentes ou acamadas, deverão ficar em um cômodo com portas e janelas fechadas – é aconselhável, inclusive, a vedação de frestas.
Confira os cuidados para se preparar para nebulização
MANTENHA ABERTAS portas, janelas, vitrôs e cortinas para facilitar a entrada do inseticida.
GUARDE EM LOCAL FECHADO E/OU MANTENHA COBERTO:
-Alimentos, água e utensílios de cozinha;
-Roupas limpas ou sujas, secas ou molhadas penduradas no varal;
-Bebedouros de animais, gaiolas de passarinhos e aquários.
RETIRE E PROTEJA: roupas de cama, mesa e banho em uso.
RETIRE DO LOCAL OU MANTENHA COBERTOS: automóveis, bicicletas, triciclos, carrinhos de bebe, andador e outros.
Focos de água parada
O inseticida elimina apenas os mosquitos adultos no momento da aplicação. Para evitar novos focos do mosquito, deverá ser mantida a rotina de eliminação de recipientes que possam acumular água. O Aedes aegypti se cria em água limpa e parada. Junto com o calor, as larvas se desenvolvem mais rapidamente.
Denuncie
O combate à dengue só é possível com a colaboração de todos. Por isso, o alerta segue para que toda a população elimine possíveis focos de água parada em casa e faça uso de repelente - quem quer prevenir a doença e quem já foi picado, para quebrar o ciclo de novos contágios. Denúncias de focos suspeitos devem ser feitas pelos telefones: 11 4538-8596 e 4538-6239, e também pelo E-Ouve, no www.itatiba.sp.gov.br.

Crédito da imagem: Mari Carla Giro/PMI