Panorama Esportivo

Das 11:05:00 às 12:00:00
Com: Beto Dias

TENTATIVA DE FURTO ACABA EM PRISÃO

11/01/2021 as 23:33

Na manhã de hoje, durante patrulhamento pela área central a viatura da Polícia Militar foi informada por transeuntes que um indivíduo de bermuda marrom, camiseta cinza, tênis preto, e tatuagem no braço, havia furtado a loja Pernambucanas, na Praça da Bandeira e se evadido sentido rua Francisco Glicério. 

Diante das informações,  a equipe efetuou patrulhamento, logrando êxito em localizar um indivíduo com as características transmitidas, pela Rua Francisco Glicério próximo ao numeral 230. Identificado como G.G.S., ele foi submetido à revista. Em seus bolsos foram localizadas, três sacolas plásticas brancas.

Indagado a respeito do fato, informou que não estava furtando, e que iria comprar os produtos que havia pegado, porém, não portava nenhum meio de efetuar o pagamento dos objetos (cartão, dinheiro e afins).

No momento da abordagem, compareceu ao local o gerente da loja, que confirmou as características do indivíduo e o fato ocorrido, de posse dos objetos que haviam sido subtraídos, informando que o indivíduo havia colocado dentro de uma sacola plástica de cor branca, e que ao deixar a loja, notou que estava sendo seguido pelo gerente, dispensando os objetos pela via e empreendendo fuga.
Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante delito ao indivíduo por cometimento do crime de furto na forma tentada. Ele foi algemado e conduzido para a Delegacia de Polícia de Itatiba.

Os objetos subtraídos, totalizaram 11 (onze) peças de vestimenta, sendo 05 (cinco) bermudas marca Norton, 02 (duas) calças de moletom marca ID Basic, 02 (duas) camisetas marca ID Basic, 01 (uma) camiseta manga longa marca ID Basic e 01 (um) vestido longo marca VivaBásicos que, segundo o gerente e etiquetas, totalizaram a quantia de R$ 499.90.

Na DP, o Delegado de Plantão, tomou ciência dos fatos, ratificando a voz de prisão em flagrante delito, pelo cometimento do crime de furto na forma tentada (art. 155, C/C art. 14, II, ambos do Código Penal), arbitrando fiança no valor de R$1.100,00. Como ele não tinha condições de pagar a fiança, o indivíduo permaneceu preso à disposição da justiça. 


Foto: Divulgação/PM